“A Vocação do Leigo na Comunidade Empresarial”

Na manhã da última quinta-feira, 19/10, no espaço São Bento tivemos a presença de Dom Julio Endi Akamine abordando o tema “A vocação do Leigo na Comunidade Empresarial.”

Dom Julio trouxe a reflexão para cada situação que empresários e dirigentes enfrentam no dia a dia e o quão importante são as decisões tomadas perante a comunidade.

É possível ser ético na atividade econômica? É possível e é necessário. São dois mundos distintos: a economia e a ética, mas são mundos que se comunicam.


“As decisões tomamos na empresa, no dia a dia, não são decisões de aumentar ou diminuir o lucro. As decisões têm outras consequências e, é bom que tenhamos consciências delas. Temos que fazer escolhas com valores”, disse Dom Julio.
O Empreendedorismo se trata de um chamado divino, uma forma de apostolado. Somos o que somos pelo chamado de Deus.
“Não faça coisas desonestas, testemunhe Jesus Cristo, acolha as pessoas. O apostolado não se faz somente na sacristia”, complementou o palestrante.




O cristão é constituído pela vocação. A vocação constitui a nossa identidade.

“A intensidade, tempo, criatividade, gasto na atividade, investimento da vida na atividade empreendedora. É um apostolado pois, somos constituídos.”




Nossas aptidões, nossos estudos são dons para serem administrados. A atividade empresarial tem que estar ligada a essa questão. Trabalhamos todos os dias com bens, mas não só isso: inteligência, planejamento e criatividade. E não apenas isso, trabalhamos com pessoas. 

“Bens são dons que devem ser administrados e partilhados, não são somente bens materiais. A nossa relação com os bens não é de posse, nem de escravidão. É de dom de administração”, explicou Dom Julio.



























A empresa deve se caracterizar pela capacidade de servir o bem comum da comunidade, 
na produção de bens e de serviços além de tal função tipicamente humana, a empresa cumpre a missão social de encontro, de colaboração e da capacitação das pessoas envolvidas na produção social.

”Homem algum é uma ilha, é um nó de relações: com si mesmo, com as pessoas, com a natureza e com Deus”, citou livro de Thomas Merton.

O arcebispo Dom Julio, comentou como a igreja entende a atividade empreendedora:

 “A doutrina cristã prega a liberdade da pessoa em campo econômico. É um valor. Empreendedorismo é ter iniciativa nas atividades econômicas. Empresa é mais que uma sociedade de capitais, é ao mesmo tempo uma sociedade de pessoas com responsabilidade diferentes para quem fornece capital e quem colabora com seu trabalho.”





Dom Julio comentou sobre “1º Encontro de Médicos Cristãos da Arquidiocese de Sorocaba” e “5º Encontro de Profissionais Católicos” com tema “Saúde: Acima de Tudo o Amor” que será ministrada por Henrique Prata e terá a participação de Dom Julio e PE Flávio Jorge Miguel Jr.

Será no dia 28/10 das 8h30 às 13h.

Inscrição gratuita:(15) 3321-3732



Para encerrar, o presidente da ADCE Sorocaba (Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa), Leosmar Martinez, entregou uma homenagem ao arcebispo como forma de agradecimento pela participação.



Confira a reportagem com Vanderlei Testa sobre a palestra no vídeo abaixo:
Agradecemos a presença de todos e esperamos você em um próximo encontro! 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *