Saiba um pouco sobre o que aconteceu no nosso último encontro!



No dia 22 de junho de 2017 a ADCE (Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas) promoveu o 1° Ciclo de Mesa Redonda com o empresário Laelso Rodrigues.


O mediador deu início ao debate contando sobre sua vida profissional desde quando era mais novo comparando com os dias atuais, pois os tempos mudaram e com ele trouxe a dificuldade dentro do mercado de trabalho.


O mundo em que nós nascemos não é mais o mundo em que estamos vivendo. As empresas tem que mudar. Estes são tempos de transição, instabilidade e renovação. 

A tecnologia tem um papel crucial na indústria e as organizações tem que se adequar a isso, pois desafios e mudanças caminham junto com oportunidades e crescimento.

      
 “Todos nós temos limites, temos que saber o limite que temos dentro de nós.” 

O diretor de comunicação da ADCE (Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas) Vanderlei Testa, abriu a oportunidade para que os participantes do 1° Ciclo de Mesa Redonda fizessem perguntas ao empresário Laelso Rodrigues.

  •   Pela sua experiência, qual é a Sorocaba do futuro? Com tantas mudanças, como enxergou em 1970?

“A tecnologia avançou muito, para se fabricar um carro precisava de centenas de pessoas e hoje um robô faz. A adaptação tem que ser feita e nós devemos acompanhar. Quando eu fazia contabilidade fazia em um livro, e a letra de contador eram todas iguais. Mas temos que evoluir, e correr atrás porque hoje tudo é muito rápido.”


  • Sorocaba nunca foi muito aberta para sua região, você acha que isso pode mudar?

 “A região metropolitana aconteceu porque foi levado ao governador um vídeo com todos os vinte e dois prefeitos dizendo que estavam interessados pela região metropolitana.
Temos que pensar em região metropolitana como se Sorocaba fosse uma delas. Por exemplo, informatizar a educação, um polo para as 26 cidades. Cerca de 26% da população de salto de Pirapora estão em Sorocaba, 18% da população de Votorantim estão em Sorocaba. Temos que pensar na região metropolitana de Sorocaba.”


  • O senhor acha que hoje o desenvolvimento humano do sorocabano e a relação com o crescimento demográfico de Sorocaba, seriam  prejudiciais se não houver um crescimento regional, o ponto então é o crescimento do agronegócio?


“Realmente a solução seria a região metropolitana. Pilar do Sul tem os melhores índices de vida por conta da agricultura. Temos que aproveitar para fazer a distribuição e melhorar a infraestrutura do enriquecimento dessa região.”

  • Quais são os interesses contrários, seriam os políticos?


“A burocracia é muito grande. Mas o meu sonho seria nós de Sorocaba formar uma comissão de desenvolvimento a custo zero e todo esse trabalho ser feito através do desenvolvimento de cada cidade.”



    “Não existe coisas melhor do que trabalhar graciosamente e a serviço de alguém.”



O presidente da ADCE (Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas) Leosmar Martinez agradeceu a presença do empresário Laelso Rodrigues com um certificado e com o livro: “Rentabilidade dos Valores – Uma visão cristã da Responsabilidade Social Empresarial, uma forma de gestão para empresas que perduram”.

Confira a reportagem sobre o 1° Ciclo de Mesa Redonda que foi ao ar na Rede Vida por Vanderlei Testa:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *